TVI impedida de filmar Eurogrupo

A TVI foi hoje impedida de filmar o começo da reunião dos ministros das Finanças da zona euro, como consequência da divulgação recente de uma conversa informal entre Vítor Gaspar e o seu homólogo alemão.

O encontro do Eurogrupo, que arrancou cerca das 16:00 em Bruxelas, menos uma hora em Lisboa, não contou com a presença do operador de imagem da estação de Queluz de Baixo, suspenso preventivamente pelo serviço de imprensa do Conselho Europeu.

"Estamos de consciência tranquila. Fizemos o nosso trabalho e esperamos que o facto da câmara da TVI não estar na sala ajude o Conselho Europeu a fazer o seu trabalho para combater a recessão económica e o desemprego de 24 milhões de europeus", comentou à agência Lusa Pedro Moreira, correspondente da TVI em Bruxelas.

O jornalista assinalou que a suspensão é preventiva, abrangendo a reunião de hoje do Eurogrupo e de terça-feira do Ecofin (ministros das Finanças dos 27 Estados-membros).

No começo de fevereiro, a TVI divulgou uma conversa informal entre o ministro das Finanças português, Vítor Gaspar, e o seu homólogo alemão, Wolfgang Schauble, antes do início da reunião dos ministros das Finanças da zona euro, na qual este disse que a Alemanha estaria disponível para rever as condições do acordo assinado com Portugal uma vez resolvida a questão da Grécia.

No final do referido Eurogrupo, Vítor Gaspar disse que em condições normais não comentaria "uma conversa privada que não deveria ter sido registada nem difundida", mas, face à delicadeza da questão, comentou a troca de palavras que teve com Schauble para garantir que um eventual reajustamento do programa de ajuda externa a Portugal não está neste momento a ser considerado, reafirmando que o Governo não pedirá nem mais tempo nem mais dinheiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG