Reitores que querem superuniversidade em entrevista

Sampaio da Nóvoa e António Cruz Serra, reitores das universidades Clássica e Técnica, respetivamente, são os entrevistados de João Marcelino, diretor do Diário de Notícias, e Paulo Baldaia, diretor da TSF, este domingo, a propósito do projeto de junção das duas instituições.

Na rubrica Gente que Conta, os reitores das universidades Clássica e Técnica explicarão este projeto, já aprovado por unanimidade pelos dois conselhos gerais, e que deverá, se tudo correr bem, estar concluído em janeiro do próximo ano, com a eleição do novo reitor e de todos os órgãos.

A nova universidade de Lisboa (como é avançado na edição de hoje do DN) ambiciona ser uma das 100 melhores do mundo, e que, orçada em 293 milhões de euros/ano, deverá precisar de 500 milhões para que, no futuro, possa competir à escala global.

Já a 28 de dezembro de 2011, o Diário de Notícias havia noticiado que esta fusão das duas universidades criaria a quarta maior instituição do género na Península Ibérica, atrás de Barcelona, Complutense e Granada, com 48 mil alunos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG