Paquistão censura manchete do 'New York Times'

Governo paquistanês colocou em branco o artigo da primeira página da edição internacional do jornal norte americano, que mostrava a ligação entre o país e Bin Laden.

O Paquistão censurou a manchete da edição internacional deste sábado do TheNew York Times. Em vez do artigo com o título "O que o Paquistão sabia sobre Bin Laden", os leitores depararam-se com uma grande espaço em braço na primeira página desta versão do jornal norte-americano.

A reportagem, assinada pela jornalista Carlotta Gall, examinava as ligações entre o líder da Al-Qaeda e o Paquistão, país onde acabou por ser encontrado e morto, em maio de 2011. O artigo seguiu as pistas da suspeita de que os serviços secretos paquistaneses terão oferecido um refúgio para Bin Laden se esconder.

Exclusivos