'Newsweek' regressa à edição impressa um ano depois

Um ano após ter migrado para o digital, a revista semanal norte-americana está de volta ao formato impresso. Subscritores vão pagar mensalidade mais cara.

"#Última edição impressa", dizia a manchete da última edição da publicação norte-americana, publicada em dezembro do ano passado, e que marcou a passagem da revista para o online. Mas, afinal, não foi a última.

O meio de comunicação social está de regresso ao formato impresso, admitiu o novo diretor em entrevista à Times, explicando que a Newsweek volta às bancas já em janeiro ou fevereiro.

"Este novo modelo vai assentar mais na subscrição dos leitores(...). Vemos a revista como um produto de excelência", começou por explicar Jim Impoco, justificando que a decisão prevê também uma nova estratégia.

A partir de 2014, os subscritores da publicação terão que pagar uma mensalidade mais elevada para ter acesso à revista, já que, segundo as palavras do novo diretor, esta passará a depender mais dos subscritores do que da publicidade para gerar receitas. Apesar das mudanças, a Newsweek continuará a ser semanal, com 64 páginas, e Impoco prevê ainda uma circulação de cem mil exemplares só no primeiro ano.

Recorde-se que foi em 2012 que a antiga diretora, Tina Brown, anunciou a migração da revista para o digital, que se passou a chamar Newsweek Global e a ter uma única edição, internacional, no online.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG