Orkut faz 'log off' para sempre

Aquela que foi a rede social favorita dos brasileiros é extinta esta terça-feira, 30 de setembro. A plataforma desaparece da net, mas os utilizadores poderão armazenar os conteúdos dos seus perfis através do Google. O seu criador, Orkut Büyükkökten, vai lançar em breve o sucessor: a rede social Hello.

"Eu vou te excluir, te deletar do meu orkut", cantava, em 2008, o sertanejo Ewerton Assunção. A música tornou-se um hino aos amores e desamores provocados por aquela que foi, até à chegada do Facebook e Twitter, a rede social mais utilizada pelos brasileiros.

Lançado em janeiro de 2004, o Orkut conhece o seu fim (anunciado em junho) amanhã, 30 de setembro. A plataforma, propriedade da Google desde 2008, deixará de estar disponível, mas os utilizadores poderão transferir os dados dos seus perfis através da ferramenta Google Take Out.

O criador do Orkut, o engenheiro informático turco Orkut Büyükkökten, prepara-se para lançar uma nova rede social, a Hello. Sobre esta nova plataforma, pouco se sabe, mas os mais curiosos podem já criar uma conta através da versão beta do site.

No auge da sua existência, a rede social, cuja dinâmica principal se baseava na organização dos utilizadores em comunidades temáticas, que funcionavam como fóruns de discussão, chegou a ter 30 milhões de utilizadores.

No último ano, apenas quatro milhões de utilizadores acederam aos seus perfis, um número esmagadoramente inferior, comparado com os 83 milhões de brasileiros com conta no Facebook.

Exclusivos