Governo aconselha chineses a verem 'House of Cards'

Nova temporada da série está a fazer sucesso naquele país asiático, apesar dos controversos temas em destaque, como a corrupção entre empresários chineses e a espionagem cibernética.

Desde que assumiu a presidência da China, há um ano, que Xi Jinping continua a intensificar a sua longa luta contra a corrupção. Mas, agora, parece abrir uma "exceção": ao House of Cards.

A segunda temporada da aclamada série protagonizada por Kevin Spacey retrata controversos temas como como a corrupção de empresários chineses, mas está a fazer sucesso na China. Aliás, tanto, que Wang Qishan, responsável pela política anticorrupção, aconselhou mesmo a população a seguir o formato norte-americano para se informar sobre o tema.

Apesar de House of Cards ainda não ter desencadeado qualquer crítica por parte do Partido Comunista da China, alguns fãs da série, que está disponível na plataforma de visualização de conteúdos online Sohu, temem que esta seja censurada brevemente. "Qualquer programa que retrate uma situação vivida no país,de forma pejorativa, será bloqueado", escreveu um dos fãs na rede social Weibo.

Leia mais na edição de hoje do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG