Jornalistas da Sábado foram hoje ouvidos no DIAP

Os jornalistas da revista Sábado foram hoje ouvidos no Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, no âmbito da queixa crime apresentada contra o deputado socialista Ricardo Rodrigues por furto e atentado à liberdade de imprensa.

Em declarações à Lusa, o jornalista Fernando Esteves - um dos que apresentou a queixa -, disse que hoje foi ouvido no DIAP assim como a colega Maria Henrique Espadinha, o fotógrafo que os acompanhava na entrevista e a operadora de câmara.

A queixa foi apresentada na sequência depois de o deputado Ricardo Rodrigues ter sido filmado a levar os gravadores de dois jornalistas da revista Sábado durante uma entrevista realizada há cerca de 3 semanas.

O vídeo da entrevista e do que sucedeu no final da conversa ficou entretanto na posse dos jornalistas, tendo sido disponibilizado no site da revista.

Na audição de hoje, foram feitas perguntas sobre a forma como decorreu a entrevista com enfoque especial nas questões relacionadas com o material protegido pelo sigilo profissional "que se encontrava nos gravadores", contou Fernando Esteves.

Questionado sobre o paradeiro dos gravadores que terão sido anexados à providência cautelar entregue pelo deputado Ricardo Rodrigues para impedir a publicação da entrevista, o jornalista disse desconhecer onde se encontram.

Para o jornalista, a restituição dos gravadores é importante para preservar o sigilo profissional, já que os gravadores contêm material de outras entrevistas.

"Passaram muitos dias e ainda não chegou qualquer notificação da providência cautelar", disse Fernando Esteves.

O deputado socialista anunciou em conferência de imprensa que tinha interposto uma providência cautelar para impedir a divulgação da entrevista e explicou a sua decisão com a "pressão exercida" pelos jornalistas, dizendo que "constituiu uma violência psicológica insuportável".

A atitude do deputado socialista já foi condenada por diversos organismos do sector, como o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas, a organização internacional Repórteres sem Fronteiras, a Comissão da carteira de Jornalista ou a Associação de Imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG