Polancos reduzem participação na Prisa

50% do capital da empresa fica agora nas mãos da Liberty Acquisition Holdings.

A Prisa chegou a acordo com a Liberty Acquisition Holdings para que os accionistas do fundo americano ficassem com 50% do capital do grupo de comunicação espanhol, que, por sua vez, comprou 100% do capital social da Liberty, segundo informação divulgada ontem pelo presidente da companhia, Ignacio Polanco.

Com a operação em curso, os accionistas vêem diluídas as suas participações no capital da empresa. Os accionistas de referência, a família Polanco, passam a controlar cerca de 35% do capital da empresa, garantindo em qualquer caso que o controlo da companhia não sai afectado.

Estas medidas inserem-se no plano de reestruturação da dívida financeira da Prisa.

Ler mais

Exclusivos