Impresa reduz prejuízos para 4,8 milhões de euros

A Impresa fechou o ano passado com prejuízos de 4,8 milhões de euros.

Apesar de negativo, o resultado líquido do grupo de Pinto Balsemão representa uma melhoria face aos 35 milhões de prejuízos registados em 2011. O desempenho do grupo não foi apenas afectado pela quebra de receitas, mas sim em larga medida pelos custos de reestruturação e as perdas de imparidade. Excluíndo esses dois elementos, a Impresa teria fechado o ano com lucros de 1,4 milhões de euros, ou seja, bem acima dos 187 mil euros com que fechou 2011.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

No PSD não há inocentes

Há coisas na vida que custam a ultrapassar. A morte de alguém que nos é querido. Uma separação que nos parece contranatura. Ou uma adição que nos atirou ao charco e da qual demoramos a recuperar. Ao PSD parece terem acontecido as três coisas em simultâneo: a morte - prematura para os sociais democratas - de um governo, imposta pela esquerda; a separação forçada de Pedro Passos Coelho; e uma adição pelo poder que dá a pior das ressacas em política.