Emídio Rangel quer saber qual é "programa de trabalho"

O antigo diretor-geral da RTP, Emídio Rangel, considerou hoje Alberto da Ponte, nome escolhido para presidente da RTP, um "gestor competente", mas questionou o "programa de trabalho" do responsável para o futuro da televisão e rádio públicas.

"A impressão que tenho, e sempre tive, é que ele [Alberto da Ponte] é um gestor competente. Agora, o que importa saber é qual foi o programa de trabalho que ele aceitou quando resolveu ser presidente do conselho de administração. Aceitou vender um canal da RTP? Aceitou concessionar os dois canais?", questiona Emídio Rangel.

O antigo quadro da RTP gostava de saber o "plano e compromisso" de Alberto da Ponte com o Governo para ter aceitado o cargo de presidente da nova administração da empresa, remetendo mais comentários para depois de conhecida a missão da nova equipa de gestores.

O Governo confirmou hoje Alberto da Ponte como novo presidente do conselho de administração da RTP, disse à agência Lusa fonte do gabinete do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

No novo conselho de administração, como a própria RTP noticiou na quarta-feira, mantém-se Luiana Nunes, que transita da administração anterior, e entra José Lopes Araujo, que da direção jurídica da RTP passa a vogal do conselho de administração.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG