Deputado Ricardo Rodrigues presume-se "inocente"

O deputado Ricardo Rodrigues afirmou hoje presumir-se inocente até à decisão do tribunal que vai julgá-lo pelo crime de atentado à liberdade de imprensa pelo furto de dois gravadores a jornalistas da revista Sábado.

"Não faço comentários sobre o assunto, não vejo necessidade", afirmou à agência Lusa o deputado, ressalvando: "Presumo-me inocente até à decisão do tribunal".

A acusação do Ministério Público daquele crime foi confirmada terça-feira pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, incorrendo agora Ricardo Rodrigues numa pena de três meses a dois anos de cadeia, convertível numa multa de 25 a 100 dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG