Controlinveste altera a sua estrutura acionista

A Controlinveste, empresa detentora do Diário de Notícias, vai alterar a sua estrutura acionista quando concretizar o acordo subscrito num memorando assinado hoje entre os empresários Joaquim Oliveira, atual detentor da totalidade do capital da empresa, António Mosquito, Luís Montez, o Banco Espírito Santo e o Banco Comercial Português. Daniel Proença de Carvalho será o Presidente do futuro Conselho de Administração.

Segundo esse acordo, hoje oficialmente anunciado e assinado na sede do BCP em Lisboa, Joaquim Oliveira e António Mosquito passarão a deter 27,5% cada um do capital da empresa e os restantes acionistas terão, cada um, 15%.

Essa reestruturação traduz-se assim na entrada de novos acionistas, António Mosquito e Luís Montez, e pela conversão parcial de créditos em capital do BCP e do BES.

O texto de um comunicado aos trabalhadores da empresa assinado pela administração da Controlinveste afirma que "o acordo alcançado permite assegurar novas condições de capitalização do Grupo Editorial, e um novo plano de negócios devidamente sustentado a longo prazo.", acrescentando que "o Grupo ficará, assim, em condições de dar continuidade ao seu longo historial e enfrentar os exigentes desafios que se colocam na área dos Media em Portugal."

Os subscritores deste acordo, segundo a mesma fonte, já chegaram também a entendimento sobre as questões de governo da sociedade, tendo ficado acordado que o Conselho de Administração será composto por sete membros e que Daniel Proença de Carvalho será o futuro Presidente do Conselho de Administração.

"Este acordo será agora implementado e executado com a realização de todas as operações jurídicas inerentes e usuais neste tipo de transações, prevendo-se em breve a sua integral finalização. As alterações orgânicas e societárias serão oportunamente comunicadas.", lê-se no referido texto.

Já outro comunicado enviado às redações pelo escritório de Proença de Carvalho acrescenta que BCP e BES pretendem alienar a parte com que ficarão do grupo media Controlinveste e que a dívida remanescente será "reestruturada", "não havendo qualquer perdão" desta.

A Controlinveste detém, para além do Diário de Notícias, as marcas de informação Jornal de Notícias, TSF, o Jogo, Dinheiro Vivo, Açoriano Oriental, Jornal do Fundão e Volta ao Mundo. Além das revistas comuns a DN e JN, Notícias TV e Notícias Magazine.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG