Chávez vai escrever coluna de opinião no diário estatal

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou esta noite que passará a escrever regularmente uma nova coluna de opinião, designada "Notas de Retaguarda", no diário estatal Correio do Orinoco.

"Amanhã (quarta-feira) será (publicada), não vai ser diariamente, mas vou escrever com muita regularidade", disse Hugo Chávez à saída de um encontro com a secretária-geral da União de Nações da América do Sul (Unasul), Maria Emma Mejia, no palácio presidencial de Miraflores.

O presidente da Venezuela questionou artigos publicados que falam sobre a sua doença, admitindo que está "debilitado" pelo tratamento de quimioterapia que realizou recentemente em Cuba mas que está "a melhorar".

"Não tenho metástases, nem se detectou em nenhuma parte do corpo uma célula assim e estamos a fazer tratamento com quimioterapia e, como todo o mundo sabe, a quimioterapia tem um impacto duro e por isso devo ter muito cuidado com infecções, com germes, vírus. Agora estou bem, estou a melhorar, com um espírito que nunca tive", disse.

Por outro lado, Chávez anunciou que a Unasul está a preparar um encontro de ministros dos Negócios Estrangeiros, que deverá realizar-se em Buenos Aires, Argentina, a 24 de agosto, prevendo convocar em Outubro ou Novembro uma reunião do Conselho de Energia da América do Sul.

Hugo Chávez foi operado de emergência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 01 de Julho, numa mensagem ao país, revelou que também tinha sido submetido a uma segunda operação, a 20 de Junho, durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas. Regressou a Caracas a 04 de Julho.

A 16 de Julho viajou a Cuba para se submeter a uma primeira fase de quimioterapia, regressando a Caracas cinco dias depois. A 06 de Agosto voltou a Havana para continuar com a segunda etapa do tratamento, que concluiu a 14 de Agosto. " chegada admitiu que poderá necessitar de atenção médica e inclusive de radioterapia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG