Anonymous desmente ataque ao Facebook

Através da conta do Twitter associada ao grupo é garantido que nada vai ser feito contra a rede social. Porém, surgem questões de quem é a autoria do vídeo, se é falso ou de algum dissidente dos Anonymous.

O vídeo surgiu no You Tube e nele era feito um apelo para no sábado, dia 28 de janeiro, se realizar um ataque global ao Facebook para "deitar abaixo" a rede social. Eram dadas instruções específicas de como se iria agir. Porém, através da conta de Twitter associada ao grupo Anonymous surgiu o desmentido do suposto ataque.

A dúvida agora é quem colocou o vídeo que causou alguma estranheza. Não eram especificadas as razões para atacar o Facebook, ainda mais quando o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, já revelou ser contra o projetos que estão a ser discutidos nos EUA - SOPA (Stop Online Piracy Act) e PIPA (Protect IP Act) - tal como o grupo Anonymous.

Esta não é a primeira vez que o Anonymous desmente um ataque à rede social. Em agosto de 2011, um dos membros garantiu que os rumores que queriam destruir o Facebook eram falsos. Na altura, o grupo criticava a política de privacidade da rede social e o que pretendiam era que num determinado dia (5 de novembro do ano passado), as pessoas apagassem os seus perfis e criassem as suas próprias redes sociais com melhores medidas para garantir a privacidade.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG