Alberto da Ponte empossado na RTP na quarta-feira

O novo conselho de administração da RTP inicia funções na quarta-feira, embora sem José Lopes de Araújo, inicialmente apontado para a equipa e substituído pelo antigo presidente da Alcatel Portugal, António Beato Teixeira, indicou hoje o Governo.

Em nota do gabinete do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares Miguel Relvas enviada à agência Lusa, é reafirmado o nome de Alberto da Ponte como novo presidente da RTP, acompanhado por António Beato Teixeira e Luiana Nunes, reconduzida na administração.

Questionado sobre os motivos da ausência de José Lopes de Araújo da equipa, como inicialmente comunicado, o gabinete do titular da pasta da comunicação social declinou fazer qualquer comentário.

António Beato Teixeira, que agora integra a administração da RTP, foi presidente da Alcatel Portugal e exercia atualmente funções na área internacional Fyron Group - Telcabo, empresa ligada às telecomunicações e energia.

O Correio da Manhã noticiou no passado sábado que José Lopes de Araújo, nomeado para vogal do novo conselho de administração, pretendia manter o seu salário de origem e pediu para o efeito - alegadamente a expensas da própria RTP - um parecer jurídico à sociedade de advogados Sérvulo & Associados, que lhe dá razão.

Alberto da Ponte deixou este ano o cargo de presidente da Sociedade Central de Cervejas (SCC), tendo rumado à Holanda para assumir funções na Heineken. O responsável foi presidente da SCC durante oito anos.

A antiga administração da RTP, liderada por Guilherme Costa, pediu recentemente a demissão do cargo, a qual foi aceite pelo ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.

O pedido de demissão surgiu na sequência do anúncio do consultor do Governo para as privatizações, António Borges, de que a proposta em cima da mesa é da concessão da RTP a privados, ao contrário da indicação anterior de que seria privatizado um canal.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG