'Anonymous' divulga informação privada de políticos e artistas

O cibergrupo ativista fez uma ação de protesto contra a lei sobre descargas de ficheiros na internet e divulgou contatos e imagens sobre o ministro da Cultura José Ignacio Wert e diversas figuras públicas do meio artístico espanhol.

No documento, divulgado ontem no site do grupo Anonymous, constam também pormenores privados da antecessora de Wert, Ángeles Gonzalez-Sinde (que deu nome à lei anti-download, conhecida como Lei Sinde), do irmão desta, e de várias personalidades ligadas à indústria do cinema espanhol que se manifestaram contra a legislação que entrou em vigor no início do ano.

A 'Operação Goya' surge como forma de protesto contra a lei Sinde-Wert. No seu site, o 'Anonymous' justifica a divulgação pública de informação privada: "esta ação é uma resposta à tentativa de censura na internet, a favor das grandes empresas da indústria cultural".

O documento contém as moradas, emails e números de telemóvel dos visados. Os ativistas revelam as dimensões das divisões da casa da antiga ministra da Cultura e fotografias do edifício onde esta vive. O cantor David Bisbal e o ator Carlos Bardem (irmão de Javier Bardem) também aparecem na lista, por se terem mostrado a favor da Lei Sinde.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG