vinhos

estilo

Provavelmente, o vinho mais caro do mundo

É um Bordéus de 2015, ano excecional para os críticos. Vem da quinta de Loïc Pasquet, que em 2006 decidiu mudar de vida e fazer vinhos com sabor a século XIX, antes da crise da filoxera. Cada uma das 240 garrafas de Liber Pater vai chegar ao mercado a 30 mil euros. O preço justifica-se pelo ano excecional de 2015 na região de Bordéus e pelas vinhas de castas antigas, pré filoxera, que Loïc Pasquet plantou no seu terreno. Este produtor francês resolveu, em 2006, procurar o sabor a vinho de 1855, antes da praga que dizimou as vinhas [...]

sucesso

Uma garrafeira de vinhos raros que passou de geração em geração

É francês, tem 25 anos e custa 23.950 euros. «Domaine de la Romanée Conti», da região da Borgonha, em França, é um dos vinhos mais caros da Garrafeira Nacional. Fundada em 1927 por Serafim Vaz Mendes, a empresa foi passando de geração em geração e pertence atualmente ao neto, Jaime Vaz, que nos guiou pelo espólio. Com mais de 90 anos de experiência comercial na região de Lisboa, a Garrafeira Nacional é um importante abastecedor e comerciante de vinhos. Para Jaime, esta aventura começou bem cedo. «Era muito pequenino, frequentava a escola primária aqui na Praça da Figueira, a 50 [...]

sucesso

Francisca Van Zeller: «o luxo é ter tempo e espaço»

O Ócio de... Francisca Van Zeller Francisca cresceu entre vinhas e desde 2013 é brand manager e gestora de mercados da Quinta Vale D. Maria e Van Zellers & Co. Carrega com leveza e graciosidade o apelido Van Zeller - ligado aos vinhos do Douro desde o século XVII. Cresceu no meio de vinhas e existe uma com o seu nome - um presente do pai Cristiano. Hoje está também envolvida em projetos de consultoria na área de vinhos, gastronomia e turismo do Douro, como o novo Museu do Vinho do Porto. Fomos conhecer melhor os seus gostos. O [...]

Destinos

Há um novo museu (e enoteca) à beira do Douro

Será à beira do rio Douro, no Cais de Gaia, que a Real Companhia Velha inaugura, no próximo dia 30 de agosto, o 17•56 Museu & Enoteca. Este será o novo centro de visitas da empresa portuguesa, com atividade ininterrupta há quase 262 anos. O 1756 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha é um espaço com 3.000 metros quadrados que vem ocupar parte daquele que outrora foi um dos armazéns da Companhia. O espaço está dividido em dois pisos, onde vinho, gastronomia e história se complementam.

sucesso

Vinhos do Tejo distinguidos no The Independent

Os Vinhos do Tejo receberam o selo «best buy» pelo Ninfa Sauvignon Blanc branco 2015, do produtor João Barbosa. A distinção partiu do jornal britânico The Independent e inclui o vinho português na lista: «Os 15 melhores vinhos feitos com Sauvignon Blanc». A lista conta com vinhos oriundos da Nova Zelândia, Alemanha, Eslovénia, Roménia, Itália e Canadá, para além dos que integram a América do Sul. Diz o The Independent que «este é um vinho português delicioso», no qual a casta rainha da região dos Vinhos do Tejo - a Fernão Pires - «dá um toque aromático ao brilhante sabor [...]