Tunísia

Raúl M. Braga Pires

Tunísia, por uma "Nova República"!

Realizar-se-á na próxima segunda-feira 25 referendo à Nova Constituição na Tunísia, que o Presidente (PR) Kais Saied insiste em chamar de "Nova República". Fará também no próximo dia 25, um ano desde que o PR começou a concentrar em si todos os poderes, desde que suspendeu o Parlamento, demitiu o Primeiro-Ministro Hichem Mechichi e nomeou um Governo de Iniciativa Presidencial, sem iniciativa nenhuma e cuja função foi precisamente a de garantir a autogestão durante este período em que a Constituição ficou a pairar sobre uma Tunísia que não teve geringonça que lhe resistisse, fruto da tentacular corrupção que conseguiu fazer a ponte do antigo regime e perdurar no novo. Este é o grande argumento do PR Saied, limpar o país da corrupção à "Hill Street Blues" e pô-lo na ordem, à portuguesa, com um "Ben Ali em cada esquina"!