Tancos

Entrevista a Luís Neves, diretor da PJ

"O ódio racial, político, religioso, de género, tudo isto tem de ser reprimido"

Nunca deu uma entrevista. O diretor da PJ prefere agir a falar. Mas a verdade é que o sentido cívico que imprimiu nesta polícia está a mudá-la por dentro e a ganhar apoios para a modernizar. Uma conversa longa, depois das polémicas de Rui Pinto, Tancos e das importantes investigações à extrema-direita violenta. Este texto foi publicado no dia 29 de maio e faz parte de uma seleção de entrevistas, realizadas pelo DN durante o último ano, para voltar a ler neste verão.