Suíça

entrevista

"Na Suíça a oposição é o povo. 50 mil assinaturas e faz-se um referendo"

É num português com sotaque brasileiro, herança dos oito anos que passou naquele país que o embaixador suíço André Regli responde às perguntas do DN. Uma conversa em torno dos cem anos de relações bilaterais entre Portugal e Suíça, Brexit, mas também da tradição helvética dos referendos ou do estereótipo do país dos bancos, relógios e chocolate.