Suíça

escândalo

A empresa suíça que a CIA e a secreta alemã usaram para espiar o mundo

Fundada em plena II Guerra Mundial por um sueco nascido na Rússia, a empresa Crypto AG forneceu aparelhos de encriptação a mais de 120 governos, entre os quais Portugal, desde a Guerra Fria até aos anos 2000. Revelações vieram pôr em causa a tradição de neutralidade helvética. Autoridades prometem investigar.

Best of DN 2019

Da Suíça ao Alentejo: as minhas 24 horas de carro para vir em vacances

Quando era miúda, todos os agostos a rotina se repetia: carregar o carro e partir rumo a Montemor por essas estradas suíças, francesas, espanholas. O regresso a Écublens era um desafio ainda maior para meter no porta-bagagens, além das malas, essas linguiças que por vezes acabavam no lixo dos guardas fronteiriços suíços. (Artigo publicado originariamente a 4 de agosto)