Resíduos

Grande Investigação

Fim da era do betão levou construtoras a apostar no monopólio da agua

Longe vão os tempos em que as obras públicas proliferavam e a indústria da construção estava forte como o betão. Ao aperceberem--se de que os tempos de bonança não duravam para sempre, as grandes construtoras começaram, na última década, a procurar outras áreas de negócio e entraram num sector que durará para sempre, pelo menos enquanto houver humanidade: a água. Nos últimos anos, grandes construtoras como a Mota-Engil, Somague e DST não ficaram de fora e intensificaram a sua presença nesta área.