Queima das fitas

Queima das fitas

"O cortejo tem momentos que são deprimentes"

O "espírito de irreverência" da juventude universitária "atenuou-se" nas últimas décadas e as festas estudantis tornaram-se momentos de "grande agitação coletiva e de excessos nos consumos de todos os tipos". O alerta é de Elísio Estanque, sociólogo e investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, com obra publicada sobre o tema da praxe e das tradições académicas.