Publicidade

Premium

1864

Com poetas antifascistas, os slogans davam nas vistas

Perseguidos pela ditadura, foi na publicidade que muitos poetas e escritores comunistas e antifascistas encontraram o ganha-pão antes do 25 de Abril. Orlando da Costa chamou-lhe poesia por encomenda. José Carlos Ary dos Santos autorretratou-se como lãzudo publicitário, poeta castrado é que não. Alexandre O'Neill criou slogans que se tornaram provérbio ou até anedota. No tempo das palavras proibidas, saber jogar com elas valia ouro.

Publicidade

Como os criativos fabricam ideias (e slogans)

O esgar provocado quando lemos ou ouvimos um slogan é o Santo Graal de quem passa o dia a criá-los. Apesar das metodologias, a criatividade pode surgir de uma lembrança no duche, de uma palavra solta numa conversa de café ou de longas reuniões em equipa. Visitámos duas agências de publicidade e fomos apanhados no meio das tempestades cerebrais. Quando uma campanha de uma marca norte-americana afronta o presidente Donald Trump, a empresa perde valor em bolsa e não muda nem uma vírgula, isso pode querer dizer muita coisa. Sobretudo que ainda existe força na criatividade [...]