Pedro Sequeira

Rio2016

Ver ténis olímpico dentro do court? Sim, no Rio

Uma das vantagens de uma grande competição como os Jogos Olímpicos é a possibilidade de acompanhar, bem de perto, dezenas de modalidades e milhares de atletas. Mas desta vez essa realidade foi ainda mais longe. O DN e mais dois órgãos de comunicação social portugueses, JN e Maisfutebol, assistiram ao jogo de pares entre João Sousa e Gastão Elias e os eslovacos Andrej Martin e Igor Zelanay dentro do court número 7 do Complexo de Ténis da Barra. Literalmente dentro do court. Um episódio que seria impossível em Londres 2012 e ilustra bem algum amadorismo que rodeia estes Jogos do Rio. E que podia ter terminado mal.

Pedro Sequeira

Ronaldo e o legado de Mandela

Em 2010, no Mundial da África do Sul, a seleção nacional visitou Nelson Mandela. Um encontro carregado de simbolismo e que foi recordado por Ronaldo, após a morte de Madiba: "O seu legado é uma inspiração para todos." Do legado de Mandela faz parte o exemplo de liderança que deu ao mundo, a forma como mobilizou e reconciliou um país num momento de transformação único que resultou do fim do apartheid. Após décadas de cativeiro, não procurou vingança pessoal. Deu, isso sim, primazia ao interesse coletivo. Algo que o capitão português ainda tem dificuldade em fazer.

Opinião

Mais do que um discurso

Ambição. Será talvez a característica mais evidente do grupo de Fernando Santos. O selecionador foi inteligente no discurso que adotou na preparação do Europeu. Não se refugiou em lugares comuns e foi o primeiro a dizer que Portugal vai a França lutar pelo título. Assim, sem rodeios. A mensagem do treinador tem sido repetida desde o dia da sua apresentação e chegou aos jogadores. A meta também é assumida na Federação. "Está na altura de vencer o Europeu", frisou, ainda ontem, o vice Humberto Coelho.