Pedro Ribeiro

Opinião

Continuar a desconfinar, com novos critérios

A matriz de risco foi algo de enorme importância para prever o desconfinamento. No entanto, essa matriz feita em fevereiro/março, não incluía nessa época, e bem, os vacinados. Portugal tem hoje vacinados a quase totalidade dos maiores de 60 anos, com, pelo menos, uma dose, e penso que, em junho, vão estar todos com as 2 doses. Não sou, nem quero ser, especialista em "matrizes" nem em epidemiologia, mas mais de um ano depois os especialistas da DGS têm de ser capazes de nos "dar" mais do que deram até agora em termos de voltarmos à nossa vida normal. Até aqui a economia esteve, e bem, ao serviço da saúde, é tempo de a saúde estar ao serviço da economia.