Pedro Costa

Opinião

Saúde: A evolução na continuidade

A recondução de Marta Temido é uma boa notícia para o setor da Saúde, para o Serviço Nacional de Saúde e, em particular, para os enfermeiros. É que após quatro anos como titular da pasta da Saúde, já sabemos o que esperar da "nova" ministra. Que não é muito, diga-se em abono da verdade. E, sobretudo, é bem possível que seja mais um mandato sem grande respeito pela enfermagem. Repleto de palmadinhas nas costas, louvores nas televisões e receções aos sindicatos à porta dos elevadores do Ministério. Afinal, nos dois primeiros anos, e sem a condicionante de uma pandemia mundial, a ministra fez questão, em várias ocasiões, de deixar claro o seu pensamento para com a classe.