Exclusivo

Exclusivo

Desporto

296 decisões em 5 anos. Como o TAD "tornou a justiça desportiva mais célere"

Presidente do Tribunal Arbitral do Desporto faz um balanço da atividade para o DN. Órgão demorou cinco anos a nascer, mas não tem descanso com tantos casos desde a sua existência. Há 48 processos à espera de decisão, um deles é o chamado caso Palhinha, que poderá estar para breve. Custas processuais e repetição de árbitros geram críticas.