Monty Python

1864

Blasfemos, graças a deus

Os Monty Python entraram algures nos ecrãs da RTP, talvez ainda a preto e branco - falha-se-me a memória e o Dr. Google não ajuda -, com aquele pé a esmagar um homem num genérico que antecipava já o humor desconcertante de travo surrealista e maluco, verdadeiramente louco, que ainda hoje nos faz rir a bandeiras despregadas. Monty Python's Flying Circus está cheio de episódios desses, como a Inquisição Espanhola, Spam ou as Avozinhas do Inferno, entre dezenas e centenas de outros, que ocupariam páginas e páginas.

Humor

Todos a cantar com Monty Python pelo lado bom da vida

No palco da O2 Arena, em Londres, ontem à noite, John Cleese, Michael Palin, Eric Idle, Terry Jones e Terry Gillian apresentaram sketches antigos, como 'The Four Yorkshiremen', 'The Lumberjack Song' e muitos outros, intercalados por momentos musicais, com uma orquestra e 20 bailarinos em palco, e pelas animações de Terry Gillian projetadas num ecrã gigante, assim como alguns momentos da história do grupo.