Montepio

Opinião

Mutualismo, porque as pessoas ainda estão em primeiro lugar

Muito foi dito e escrito sobre o grupo Montepio nos últimos anos, e não sobre o seu lado mais favorecido. Abanou a estrutura da Caixa Económica: atiraram-se acusações, mexeram-se nos estatutos, tomaram-se as trincheiras na Assembleia da República, temendo o espetro da injeção de dinheiro dos contribuintes em projetos em risco (o que, como todos sabemos, contrariamente a tantos outros no setor, nunca aconteceu no caso da Associação Mutualista Montepio e da sua Caixa Económica). Mas a Caixa Económica não ruiu: porque se manteve sempre apoiada naquela que constitui a verdadeira base da sua fundação - a Associação Mutualista - e nos valores inabaláveis que serviram de pilares para a construção daquela que é uma das mais antigas associações de Portugal e uma das maiores mutualidades de toda a Europa.