Miguel Szymanski

Opinião

A passarola de Merkel e a geringonça de Costa

O que se está neste momento a passar na Alemanha vai marcar o futuro também em Portugal. O próximo governo em Berlim vai dar um empurrão à União Europeia ou empurrá-la para o precipício? Dois meses depois das eleições, Angela Merkel continua a tentar, a todo o custo, arranjar uma solução para se manter como chanceler e evitar novas eleições, depois do fracasso da coligação Jamaica (entre os Verdes, os Liberais do FDP e a CDU de Merkel). O problema é que se não houver um governo claramente pró-europeu em Berlim isso causará irremediáveis problemas a toda a UE.

Opinião

Palavras para quê? Para tudo

As empresas não prestam mas as pessoas são ótimas. Nos últimos 20 anos trabalhei em Portugal para mais de uma dezena de publicações, a maior parte das quais já não existem. O mercado português é volátil como um bazar chinês. Empresas surgem e desaparecem a uma velocidade estonteante: na esquina onde antes existira a mercearia da D. Antónia ou do senhor Joaquim abriu o banco do engenheiro Jardim Gonçalves ou do comendador Horácio Roque, para depois se tornar uma loja de produtos gourmet do Martim ou da Mariana, num fast-food com hambúrgueres saudáveis ou numa geladaria artesanal de baixas calorias.