Manuel Maria Carrilho

Justiça

Defesa de Carrilho pede absolvição porque violência "não pode ser provada"

Durante as alegações finais, esta sexta-feira, no Tribunal da Relação de Lisboa, o advogado do antigo ministro da Cultura reclamou a absolvição de Carrilho depois do Ministério Público ter trocado a data do alegado episódio de violência doméstica em que se baseia o julgamento. A sentença será conhecida a 15 de março às 14 horas.