Leonídio Paulo Ferreira

Opinião

Italianos, também heróis do mar

D. Fuas Roupinho, que destruiu uma frota muçulmana ainda no tempo de Afonso Henriques, é o nosso primeiro herói do mar, muito antes de Gil Eanes, Bartolomeu Dias ou Vasco da Gama. Mas é justo dizer que a marinha portuguesa só nasceu verdadeiramente quando D. Dinis chamou o genovês Manuel de Pessanha para transformar a vocação marítima do país num destino como nação. E a partir daí, 1317, durante pelo menos dois séculos, italianos e luso-italianos vários continuaram a nos ajudar a dominar os oceanos, nomes como Bartolomeu Perestrelo (filho de um tal Filippo Pallastrelli) ou António Noli, também o grande Americo Vespúcio, que deu nome ao continente que outro italiano, Cristóvão Colombo, descobrira em 1492 pensando ter chegado à Ásia navegando para Ocidente (foi Fernão de Magalhães quem finalmente o conseguiu, também ao serviço da coroa espanhola).

Leonídio Paulo Ferreira

Erdogan sabe-o bem: força da Turquia é que o mais forte nem sempre ganha

Está a par da derrota do partido de Erdogan em Istambul? Depois de as eleições terem sido repetidas por exigência do partido do presidente, por irregularidades em março? Pois a vitória do candidato da oposição, pela segunda vez e agora por uma margem que não deixa dúvidas, é a prova de que a sociedade civil turca é forte, de que o jogo democrático continua a ser feito e que nem sempre o mais forte impõe a sua vontade ao eleitorado.

Leonídio Paulo Ferreira

Verdes em grande na Alemanha, extrema-direita não cresce, centrão muito mal

Mínimos históricos para os partidos da Grande Coligação alemã, os verdes como segundo partido mais votado, extrema-direita nos 10% mas sem crescer em relação às legislativas de 2017. As primeiras projeções de resultados destas europeias de hoje mostram que mais de dois terços do eleitorado do maior país dos 28 continua firmemente com o projeto da União Europeia, mas que as lideranças dos dois partidos do governo estão a ser questionadas e muito a sério.

Leonídio Paulo Ferreira

Trump adoraria ser adorado assim

A primeira vez que visitei uma biblioteca presidencial americana foi há 20 anos, em Boston, todo um museu dedicado a John Kennedy. Até há uma reprodução do estúdio de TV onde num debate o luminoso filho da aristocracia do Massachusetts esmagou o soturno Richard Nixon, californiano que subira a pulso até à vice-presidência e um dia chegaria mesmo a presidente. Também estão em exposição, claro, vestidos de Jackie.

Premium

Opinião

Até Trump sabe que Estados Unidos não vão invadir Venezuela

Os tiros verbais entre Trump e Maduro não devem fazer esquecer que da simpatia e algumas armas às escondidas dadas a Bolívar contra o império espanhol até a Marinha americana vir no início do século XX pôr fim ao bloqueio de Caracas por navios alemães e britânicos não faltam momentos de solidariedade entre os Estados Unidos e a Venezuela. Esta, aliás, retribuiu essa solidariedade ao declarar guerra ao Eixo quando se soube do ataque a Pearl Harbor; e foi generosa a fornecer petróleo aos americanos durante toda a Segunda Guerra Mundial.

Opinião

Portugueses eram melhores navegadores. Espanhóis foram mais conquistadores

Os alemães dão uns belos juízes: três portugueses entre os sete grandes navegadores da humanidade. É o que afirma o magnífico museu da navegação que existe em Hamburgo, grande cidade portuária. Lá estão à entrada os bustos de Bartolomeu Dias, de Vasco da Gama e de Fernão de Magalhães. Também os do viking Leif Eriksson, do chinês Zheng He, do italiano Cristóvão Colombo e do inglês James Cook. Nenhum espanhol!

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Até Portugal já se cansou de Maduro

Mortalidade infantil a subir na Venezuela e a descer no resto da América Latina a partir de 2013, ponto em que as duas linhas se cruzam. Este gráfico publicado numa das últimas edições da The Economistdeixa evidente o que se passou na Venezuela desde a morte de Hugo Chávez e a ascensão de Nicolás Maduro à liderança da chamada Revolução Bolivariana: a degradação das condições de vida, que se faz sentir com especial impacto num dos indicadores de saúde mais importantes.