John F. Kennedy

OS DIAS EM QUE O DN CONTOU

O choque do mundo com a morte de Kennedy

Baleado na limusina descapotável em que seguia pelas ruas de Dallas a 22 de novembro de 1963, John F. Kennedy era declarado morto minutos depois de chegar ao hospital. "O mundo indignado nem queria acreditar", titulava o DN na edição de 23. Nos dias seguintes, daria conta da detenção de Lee Harvey Oswald, o principal suspeito do crime, ele próprio assassinado 48 horas depois. O mistério sobre o que aconteceu permanece até hoje. O mito também.