Jogos sem fronteiras

Bernardo Pires de Lima

Choque sistémico colossal

Não há memória de uma derrota tão colossal de um primeiro-ministro na era moderna da política britânica. Quem mais se aproximou foi o trabalhista Ramsay MacDonald em 1924, por 166 votos, menos 64 do que Theresa May. Westminster viveu, por isso, um dia singular na sua história, o que em condições normais levaria de imediato à demissão da primeira-ministra, numa fuga humilhante pela porta dos fundos. Curiosamente, não é este o cenário mais plausível, pelo menos na forma abrupta que muitos esperavam.

Bernardo Pires de Lima

Novo ciclo

Vivemos um tempo-fronteira na Europa. Assistimos à erosão do centro político, à fragmentação partidária, à lentidão das reformas e ao defraudar constante das expectativas. A regionalização dos equilíbrios europeus está numa competição crescente, o núcleo político franco-alemão enfraquecido, Washington e Londres abriram o ciclo da desconfiança e do divórcio com a NATO e a UE, deixando Portugal com a tarefa complexa de preservar interesses permanentes. Tudo isto numa semana em que Xi Jinping visitou Lisboa.