João Almeida Moreira

Premium

João Almeida Moreira

A primeira vítima

Jornal de maior circulação do Brasil desde 1986, a Folha de S. Paulo foi acusado de pactuar com o regime militar de 1964 a 1985. Já em 2009, um editorial em que chamava esse período de "ditabranda", num jogo de palavras com "ditadura", causou revolta nas esquerdas. Esquerdas essas que aumentaram o tom da indignação quando o jornal publicou uma imagem e um registo criminal falsos de Dilma Rousseff, do PT, de esquerda, às vésperas da campanha eleitoral em que a antiga presidente se elegeu pela primeira vez, batendo José Serra, do PSDB, de centro-direita, nessas eleições.

João Almeida Moreira

Elas decidem

Ciro Gomes podia ter escolhido uma data qualquer para anunciar a pré-candidatura à presidência da República. Mas o candidato do PDT, manchado ad aeternum por ter respondido "dormir comigo", quando lhe perguntaram em 2002 qual era a função na campanha da sua então mulher, a atriz Patrícia Pillar, e acusado de machismo, já neste ano, ao diminuir a capacidade da rival Marina Silva afirmando que "o Brasil precisa de testosterona", optou pelo simbólico 8 de março, o Dia Internacional da Mulher.