Islão

África

Mata-se na igreja de Fátima, Bangui

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Bangui, capital da República Centro-Africana. Há missa e a igreja está cheia. Neste 1 de maio de 2018 são centenas os fiéis que escutam o padre Albert Toungoumale-Baba. De repente, tiros de metralhadora e granadas. Ao todo, 25 mortos, incluindo o sacerdote. Os atacantes pertencem a um dos grupos saídos do movimento Seleka, constituído por muçulmanos e que se notabilizou em 2013 por derrubar o presidente e lançar uma onda de violência contra os cristãos, 80% dos quase cinco milhões de centro-africanos.

entrevista

Bayan A. Barry: "Nada no Alcorão diz que temos de cobrir o rosto"

Conheci Bayan A. Barry numa conferência sobre assistência humanitária em Riade, com a informática saudita a assistir "por interesse pessoal". Aceitou dar esta entrevista em que fala da situação das mulheres na Arábia Saudita, que tem evoluído muito nos últimos meses. Horas depois da conversa, foi noticiada a nomeação de Tamadur bint Youssef al-Ramah para vice-ministra do Trabalho, o mais alto cargo governativo de uma mulher no país.