índices

Economia

Intervenção americana aplaudida mas pouco seguida por enquanto

O secretário do Tesouro, Henry Paulson, anunciou no domingo passado o plano de constituição de uma agência pública nos EUA, com fundos para gastar até 700 mil milhões de dólares (480 mil milhões de euros) na compra dos chamados "créditos tóxicos" dos bancos dos EUA, surgidos com a crise hipotecária naquele país. Paulson apelou aos outros países desenvolvidos para seguirem o exemplo dos EUA e tomarem medidas semelhantes para estancar a crise financeira internacional.