incêndio

Incêndio

INEM nega atraso e garante que levou uma hora a socorrer piloto após queda de Canadair no Gerês

O Instituto rejeitou assim que tenha havido atrasos no socorro às duas vítimas do acidente e a fonte contactada pela Lusa acrescentou que o piloto português, de 65 anos, estava "em paragem cardiorrespiratória" quando chegou ao local a equipa do INEM, que fez manobras de suporte básico de vida "sem conseguir reverter a paragem".