ihor homeniuk

Morte de Ihor Homeniuk - Julgamento

Reviravolta: não houve homicídio mas houve agressões mortais

Julgadores dos três inspetores do SEF admitem mudar acusação de homicídio qualificado para "ofensa à integridade física qualificada, agravada pelo resultado" - o que implica baixar de 25 para 16 anos a pena máxima em causa. Mas também que parecem considerar provado que inspetores espancaram Ihor e que esse espancamento causou a morte.

Instalações do SEF

Morte de Ihor. PSP ignora conclusões da IGAI sobre empresa de segurança 

O comportamento que a IGAI considerou "impróprio e reprovável", a vários níveis, dos vigilantes da Prestibel no caso da morte de Ihor Homeniuk, não chega para a PSP abrir uma inspeção extraordinária à empresa. Esta força de segurança diz aguardar pelo final do julgamento que está a decorrer - mas nenhum segurança é arguido no processo criminal.