hepatite

Hepatite atípica

Hepatite fulminante. "Novo é não se saber a causa"

A diretora do Serviço de Pediatria do Hospital São João, Eunice Trindade, onde esteve internada a criança suspeita de ter uma hepatite atípica, como a que foi registada em 12 países, diz ser preciso tempo para perceber o que está a acontecer e que uma situação destas "não era expectável". E aconselha aos pais a manterem o esquema de vacinação para as crianças e um estilo de vida saudável. É o melhor investimento na promoção da saúde.