futebol português

Premium

Vitória de Setúbal

O "assassínio" de um histórico do futebol português

Carlos Cardoso recusa ser pessimista, mas confessa que lhe dói a alma por ver o seu Vitória nesta situação aflitiva, podendo descer de divisão na secretaria. "As leis do futebol deviam servir para salvar a história do futebol e não deixar morrer clubes históricos", defende o ex-capitão. Dívidas no valor de 24 milhões de euros tramam os sadinos. DN revela PER.

Regresso do Futebol

Marítimo recusa jogar fora do Funchal. Liga pediu esclarecimentos à DGS

Carlos Pereira quer ter adeptos no estádio, jogar no Funchal, receber a Taça de Portugal, o que obrigaria as equipas a viajar para a Madeira, que ainda obriga a 14 dias de quarentena para quem se desloca à ilha. Viagens do clube ao continente também terão de ser repensadas uma vez que ainda não há datas para a retoma de voos regulares.