fogos florestais

Mação

Mação. Há um plano para evitar que o município modelo arda ciclicamente

O investigador Paulo Pimenta de Castro defende que só a mudança da paisagem, com outras espécies, pode acabar com o flagelo dos incêndios. Por ironia, Mação é considerado um exemplo em matéria de prevenção e limpeza da floresta. De pouco valeu. A autarquia contabiliza 95% do território queimado, um recorde de área ardida em Portugal, o país onde se regista maior número de reacendimentos.