Estados Unidos da América

Racismo

Igreja Episcopal pede ao país que se levante contra Trump

"Quando é que o silêncio se torna cúmplice? O que é que é preciso para digamos, a uma só voz, "chega"? As palavras têm importância. E as de Trump são perigosas." Num comunicado duríssimo, os responsáveis pela Catedral de Washington acusam o presidente de dar cobertura aos supremacistas brancos, comparam-no ao senador da caça às bruxas dos anos 1950 e advertem: "Palavras violentas levam a ações violentas."