esquerda

António Costa Pinto, investigador da Universidade de Lisboa

"Direita resolveu num ano um problema de 40 anos à esquerda"

A convenção do MEL deixou claro que "não há cercas sanitárias à direita" e que há "disponibilidade para um caminho em conjunto". Mas, mesmo com novos partidos, a direita tem pela frente o desafio de saltar dos mínimos históricos de 2019 para bater não apenas o PS, como foi regra historicamente, mas os socialistas e a sua esquerda.