Em Foco

Entrevista a Maria do Céu Machado

"Não há razão nenhuma para os pais terem receio de vacinar os filhos"

Uma criança de seis anos com covid-19, e com a primeira dose da vacina, morreu no Hospital Santa Maria, depois de um quadro de paragem cardiorrespiratória. O receio e as dúvidas sobre a vacinação voltaram ao foco das notícias e às preocupações dos pais. Uma semana depois, Maria do Céu Machado, pediatra, ex-diretora de dois hospitais e de dois departamentos pediátricos e ex-presidente do Infarmed, diz que a causa provável de morte não deve ter a ver com a vacina e aconselha os pais a vacinarem os filhos.

Atrofia Muscular Espinhal

Natália, a menina que está a mudar a história da doença rara que tem

O diagnóstico foi-lhe feito aos 20 dias de vida: atrofia muscular espinhal tipo 1, a forma mais grave da doença. O prognóstico de sobrevida era de dois anos, mas Natália já fez três em setembro. Hoje, senta-se, bate palmas, gosta do Panda e da Patrulha Pata e começa a falar. Os pais tiram da "caixinha" os sonhos guardados. Natália foi das primeiras a ser tratada com o medicamento mais caro do mundo, dois milhões de euros, recentemente comparticipado por financiamento público, e o segundo a aparecer na história da doença como terapia. Afinal, há futuro para bebés como ela, mas faltam apoios, celeridade nas ajudas e o rastreio precoce no teste do pezinho.

educação

Explicações. Fenómeno cresce, Estado a olhar para o lado

Mercado mundial dos centros de explicações e de aprendizagem já vale mais de 106 mil milhões de euros, estimando-se que ultrapasse, em 2026, os 172 mil milhões. Em Portugal não há dados concretos sobre a sua verdadeira dimensão e o Estado faz vista grossa ao ignorar o seu impacto e ao não criar regulamentação específica. Certo é que são um forte sistema paralelo de apoio às famílias e que muitas delas não se conseguiriam organizar sem ele. Se a escola desse resposta a todos os alunos, os centros de explicações seriam mesmo necessários?