DN Life

"Os maiores inimigos do sono da criança são a ausência de rotina e a instabilidade nas regras"

Comportamento

"Maiores inimigos do sono da criança são a ausência de rotina e a instabilidade"

Dormir bem é fundamental para todos, mas sobretudo para crianças e adolescentes, que estão em pleno desenvolvimento. É nas idades mais precoces que o sono pode e deve ser educado. A pediatra Nádia Pereira, do Centro da Criança e do Adolescente do Hospital CUF Descobertas, que integra a equipa multidisciplinar da consulta do sono pediátrica, explica o que é importante para uma correta "higiene de sono". Texto de Catarina Pires Qual a prevalência de perturbações de sono das crianças e adolescentes e quais os distúrbios mais comuns? Dados recentes de publicações internacionais apontam para uma prevalência significativa de perturbações do [...]

Migrantes

O médico cubano que vive entre o Pico e o Porto

Ernesto Alonso alterna quinzenalmente funções nos serviços de urgência do Centro de Saúde do Pico e no de Santo António (Porto), como trabalhador temporário. Ao fim de dois anos incógnito, em 2012 conseguiu começar a trabalhar em Portugal. Mas lamenta a instabilidade laboral. Texto de António Pedro Pereira A ironia de se chamar Ernesto, do Ernesto desta história, bebe da raiz da farsa moral que o irlandês Oscar Wilde transformou numa celebrada peça em agosto de 1894. A hipocrisia da nata da sociedade inglesa em relação às instituições morais e sociais no final da era vitoriana ligam-se à Cuba de Ernesto [...]

histórias

Da Venezuela para Portugal: a história de Juan e Ylisabeth

Nos últimos anos, 4,5 milhões de venezuelanos já saíram do país. Para trás ficam as conquistas de uma vida e a esperança de que um dia a Venezuela volte a ser um porto seguro. Texto de Ana Rita Costa Um dia o medo bateu-lhes à porta e tiveram de partir para um lugar onde nunca tinham aterrado, deixando para trás uma vida construída a pulso e quase todos os que amam. Esta é a história de 25, mas também de milhões de outros venezuelanos que nos últimos anos foram empurrados para fora de portas por um contexto social, político e [...]

Comportamento

Os truques que as lojas usam para nos fazer comprar mais e mais

Marketing, psicologia, manipulação. Por detrás de cada montra, disposição dos produtos na loja, afixação de preços, comportamentos dos funcionários, luzes, música ambiente ou até número de caixas abertas existe uma intenção: fazê-lo comprar mais. E é isso que acontece na maior parte das vezes, sobretudo no mês do Natal. Texto de Catarina Pires A maioria de nós acha que tem tudo controlado. Fartinhos de saber os truques todos das lojas para vender. "A mim já não me enganam", pensamos, enquanto fazemos a lista de compras do supermercado ou dos presentes de Natal ou do que seja que nos faz [...]

Comportamento

E se não comprássemos mais nada?

Talvez seja demasiado radical pôr as coisas em termos de tudo ou nada, numa espécie de anticonsumismo extremo. Porém, podemos parar de continuar a comprar mais e mais, sem critério, sob pena de acabarmos sufocados - e o planeta connosco. Exemplos, dicas e perguntas que se devem fazer antes de comprar algo. Texto de Ana Pago Shopaholics e consumidores médios de centros comerciais sabem bem o que a casa gasta: marketing mirabolante que oferece uma gola a quem comprar dois casacos de que não precisa. Escadas rolantes apinhadas de gente de olho nas promoções. Lojas que às 24.00 só fecham [...]

Rute Agulhas

Quando uma mãe coloca um filho no lixo

Quando uma mãe coloca um filho no lixo todo o país pára e desata a formar impressões e a tecer juízos de valor, com base na pouca informação disponível. Esticam-se dedos acusatórios e condena-se a mãe (a quem chamam monstro) em praça pública, antes ainda de serem conhecidos todos os contornos da situação. Outros há que se focam no facto de a mãe viver, alegadamente, na rua, o que remete para questões sociais, económicas e políticas associada à realidade das pessoas que vivem sem abrigo. Uma realidade que permanece ainda sem respostas suficientemente adequadas e que, sabemos, tantas vezes se [...]