despenalização

Sociedade

35 enfermeiros declararam objecção de consciência na Ordem

A Ordem dos Enfermeiros recebeu até ao final da semana passada -  antes da entrada em vigor da nova lei  - 35 comunicações de profissionais que se declararam objectores de consciência para o aborto a pedido da mulher. Ao contrário da Ordem dos Médicos, o organismo vai criar uma base de dados com os profissionais que permitirá conferir, se necessário, a existência de enfermeiros objectores no público que fazem abortos no privado.