Crise,União Europeia

Parlamento Europeu

"Populares e socialistas vão ter um bom resultado"

Comissária para as Relações Externas e Política de Vizinhança da União Europeia entre 2004 e 2010, Benita Ferrero-Waldner proferiu ontem em Lisboa a conferência de abertura de uma iniciativa do Instituto para a Promoção e Desenvolvimento da América Latina (IPDAL). Em entrevista ao DN, a antiga integrante da Comissão Europeia e atual presidente da Fundação União Europeia-América Latina e Caribe falou sobre as eleições para o Parlamento Europeu, em maio, comentou os mais recentes desenvolvimentos na Ucrânia e explicou o já alcançado na relação UE-ALC e alguns dos futuros desafios na relação entre os dois blocos.

Zona Euro

Podem desaparecer mais 4,5 milhões de postos de trabalho

Os países da Eurozona arriscam-se a perder mais 4,5 milhões de postos de trabalho nos próximos quatro anos, se forem mantidas as atuais políticas de austeridade, segundo a agência da Nações Unidas para o Trabalho (OIT). "Sem mudança de políticas - para lidar com a crise e recuperar a confiança e apoio dos trabalhadores e empresas - será difícil implementar as reformas necessárias para colocar a Zona Euro de novo num caminho de estabilidade e crescimento", refere a OTI no seu relatório.