Constituição Europeia

Mundo

Quem ainda pode sabotar o documento

O Presidente checo, Vaclav Klaus, e o líder conservador britânico, David Cameron, estão em posição de impedir a entrada em vigor do Tratado de Lisboa. O Chefe de Estado da República Checa recusa-se a assinar o documento, que já passou no parlamento. Primeiro, Klaus disse que só assinava depois das eleições antecipadas, agora desculpa-se com a necessidade de esperar pela nova avaliação que a justiça checa vai fazer do Tratado. A 29 de Setembro, um grupo de senadores próximos de Klaus pediu ao Tribunal Constitucional uma reavaliação do documento. Quanto ao líder conservador britânico, não é ainda clara a forma como poderá evitar a ratificação, mas o facto é que Cameron insiste em dizer que vai revogar a ratificação parlamentar do Tratado de Lisboa e submetê-lo a um referendo no Reino Unido. Para isto, terá de vencer as eleições legislativas de 2010. Estas terão de acontecer até Junho e Cameron tem incentivado Vaclav Klaus a não assinar o texto até essa data, o que teoricamente é possível.