comemorações

entrevista

Marcelo "tem agido dentro dos limites constitucionais"

Guilherme d'Oliveira Martins aceitou o convite do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, para coordenar as comemorações do bicentenário do constitucionalismo português, tendo como ponto de partida a revolução liberal que teve lugar no Porto em 1820 e a aprovação da "nossa primeira Constituição" em 1822. Em entrevista ao DN, o administrador da fundação foi à História de Portugal para melhor explicar o presente. E é nesta interação que também quer que aconteçam as comemorações, como explica logo a abrir, a partir de Jaime Cortesão, médico, escritor, político e historiador.